top of page

Geoturismo Missioneiro tem destaque no segundo turno do Seminário

Professores comentaram sobre o potencial da história da região como elemento para estimular o turismo


Foto colorida de professores e professora no palco do Seminário Internacional das Missões
Professora e professores comentaram diferentes aspectos sobre o potencial turístico da região - Foto: Assessoria de Comunicação do Seminário Internacional das Missões

O Geoturismo Missioneiro foi o tema de destaque da primeira conferência do segundo turno do V Seminário Internacional de História, Educação e Turismo da Região das Missões. O segundo turno teve início na noite desta quarta-feira, 24 de abril, em Caibaté. Diferentes pesquisadores abordaram a importância da história da região como instrumento para estimular o turismo, principalmente a partir de elementos da natureza das Missões. 


No início da conferência, os professores da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Adriano Figueiró e André Weissheimer de Borba apresentaram algumas características essenciais para o geoturismo. Ambos os docentes comentaram sobre detalhes geológicos que ajudaram a formar a atual configuração dos artefatos encontrados na região, além de ressaltar a importância do Aquífero Guarani nas Missões, maior manancial de água doce subterrânea transfronteiriço do mundo.


Depois, a professora da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Carmen Regina Nogueira comentou sobre o trabalho de pesquisa desenvolvido por ela como coordenadora técnica do projeto Geoparque Raízes de Pedra, onde atua em cooperação pelo Instituto Federal Farroupilha (IFFar). 


Quarto palestrante da conferência, o secretário da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e um dos membros da Trilha dos Santos Mártires, Cléber Tobias, descreveu aspectos sobre o surgimento e os objetivos da iniciativa. Cléber também abordou parte de sua pesquisa de mestrado em Desenvolvimento e Políticas Públicas pela UFFS. Por fim, o público pôde acompanhar a apresentação do Fênix - Grupo Folklórico, inspirada na luta dos indígenas Guarani e na figura de Sepé Tiaraju.


As atividades do Seminário Internacional das Missões seguem nesta quinta-feira a partir das 8h, com mais apresentações artísticas e palestras. O evento é promovido pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Turismo (SMECT) de Caibaté, em parceria com a Cátedra Unesco, a Universidade Federal de Santa Maria e a Trilha dos Santos Mártires. 



Foto colorida da apresentação do Fênix - Grupo Folklórico no palco do Seminário
Grupo de danças de São Luiz Gonzaga fez uma apresentação sobre a cultura Guarani - Foto: Assessoria de Comunicação do Seminário Internacional das Missões

Texto: Assessoria de Comunicação - Seminário Internacional das Missões


13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page